"Cada qual sabe amar a seu modo; o modo pouco importa; o essencial é que saiba amar." (Machado de Assis)

domingo, junho 17

Faustão: reflexo do povo brasileiro

Eu não tenho nenhum tipo de hábito de assistir TV mas ela fica ligada por pura mania de solteira que mora sozinha, de precisar de algum barulho em casa.

Que o Faustão é o reflexo da completa leviandade do povo brasileiro, muita gente concorda.

Mas estava eu aqui, estudando instituições, convenções, "habitus" e regulamentações... daí começou um bate-boca no programa do Faustão e tive que aumentar para ver o que era. Óbvio que era mais uma caricatura do que o brasileiro mediano é.

O motivo do "litígio" era que a norma do concurso "dança dos famosos" delimitaria (ou não) um espaço para os dançarinos.

Só que o último passou do espaço, e o Carlinhos de Jesus (que eu admiro d+ e acho que não tem nada a perder com programeco de domingo) criticou expressamente a má utilização do espaço. Óbvio que todos os outros jurados "técnicos" (muitos que nem conheço e por isso precisam fundamentar uma imagem na TV) discordaram dele. Apenas aquele ator que fazia o sargento dos Trapalhões foi à defesa dele.

Todos cairam de pau no Carlinhos de Jesus. O Faustão praticamente o ridicularizou, o cortou várias vezes, debochava e ria-se tensamente, meio que pra distrair a atenção do telespectador idiotizado.

Pombas... todo dançarino sabe que existe um espaço "místico" e invisível que não deve ser ultrapassado. É "institucionalizado" a pseudo-pista de dança, mesmo que não demarcada ela existe! Eu não sou dançarina e sei disso!

Acontece que o público alvo não se importa com institucionalidades, com normas, com regras... e, como todo brasileiro, induziram a "quebradinha de galho" pro dançarinho. O jeitinho brasileiro pra ele não ser penalizado pelo Carlinhos de Jesus - este que, já totalmente desmoralizado, deu nota 9.

Todo brasileiro burla regras, todo brasileiro desrespeita instituições, todo brasileiro é orientado para dar um "jeitinho" nas coisas mesmo que seja contra as regras. E a coisa está tão descarada, a moral tá tão ridicularizada, e a gente tão treinado a aceitar / acatar o que é fora das regras que o *certo* vira "rigoroso demais", errado ou "paga-pau".

Só é certo o que agrada sempre???

Sinceramente, sinto vergonha de ser brasileira.

12 comentários:

Suzanne disse...

Era tudo o que eu precisa hoje! =P

Sinceramente é foda ser honesto no Brasil!

Hoje de manhã fui tomar café na casa da minha tia. Depois do café, fui ler o jornal com meus primos e no extra tinha uma manchete sobre uma mulher que encontrou um bebê recém-nascido, ainda com o cordão umbilical, na porta de sua casa durante o feriado de Corpus Christi. Mesmo pobre, a mulher resolveu adotar o bebezinho, levou-o ao pediatra de suas filhas que a orientou a levá-lo a um hospital. Papo vai, papo vem, a justiça não só não deixou que a mulher tornasse a ver o bebê, como vetou a adoção para a mulher, alegando que há mais de 300 casais habilitados a adotarem um bebê e ela estaria furando a fila!

Aff, se ela tivesse inventado que pariu a criança em casa teria registrado normalmente... Foi ser honesta, se ferrou! ¬¬'

País mais cocozildo!!!

Te Adoro miga!

Atualizei meu blog!

Beijin, Sú.

Suzi disse...

Ops!!
"todo brasileiro"???

Anônimo disse...

ahhhh vai a merda babona de Carlinhos de Jesus.

Mirgon disse...

Isso ai amigão(ona), só anonimamente tens coragem pra ofender alguem. Seja muito feliz nesse mundinho só seu.

Nina disse...

é... alguém que coloca no google "faustão carlinhos de jesus" e vai ver quem falou mal dele deve ter uma vida muito interessante mesmo... kkkkk =P

Suzi disse...

ignora, nina.

Mosana disse...

hahahah maneiro.. ele nao entendeu o post ninca.. e resolveu ofender vc.. era mais facil.. sabe como é que é né? ahuahauhauah
bom.. eu nao assisti.. mas pelo q vc falou o carlinhos tinha razao.. mas.. infelizmente as coisas são assim..
é como dizem por ai: sou brasileira e já desisti.
é uma meleca mermo
beijos

As Aventuras dos Toscos e Ralados na Net disse...

Para falar a verdade, o jeitinho brasileiro não só está escancarado, como sacralizado. Aquilo que outrora era pressuposto de julgamento político (não exatamente partidário) hoje é cultural.
E coitados dos que ousam ser honestos. Honestidade não faz parte da cultura brasileira, assim como a ação de graças e o carnaval de máscaras.

No entanto, tenho sim orgulho de ser brasileira. Não, eqt uma questão cultural. Tenho orgulho do povo...

Mosana disse...

where are you scooby doo?

Nana Flash disse...

Tenho paciencia pra faustao nao.
Nem pra gente que quer ser especialista em alguma coisa e fica dando opiniao e discutindo com quem realmente entende.
Naum eh soh o brasil, mas o mundo ta mto chato ultimamente.
Tava com saudade disso auqi :) bjs!

Suzi disse...

Nina, você desapareceu!!!
Dê notícias.
Beijos.

Lucas_Magal disse...

pows kra mto legal seu blog...mto interessante expor suas idéias num blog.Bem, eu to começando o meu agora, visita lá qdo puder e fala o q axou, uma dica e talz...

http://magallucas.blogspot.com

Abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...