"Cada qual sabe amar a seu modo; o modo pouco importa; o essencial é que saiba amar." (Machado de Assis)

sexta-feira, janeiro 26


"... Não há falta na ausência. A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência assimilada, ninguém a rouba mais de mim."
(Carlos Drummond de Andrade)

3 comentários:

Suzi disse...

Drummond sabia falar, hein?

Nana Flash disse...

Drummond sabia das coisas :)
Tenho um amigo que dizia que tanto eu quanto ele éramos pessoas sós. Nao sós de solitárias ou sem amigos, mas éramos pessoas que ficam bem só e que compreendem as ausências. Sabe que comecei a gostar bem mais de ser assim? :)
Boa semana p tu!

LuccyInTheSky disse...

Amei e copiei!!! Bjaum! Lu

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...