"Cada qual sabe amar a seu modo; o modo pouco importa; o essencial é que saiba amar." (Machado de Assis)

sexta-feira, fevereiro 9

Calma e Força

Deixei o pai lá na quimioterapia. Chegamos pouco antes das sete, se não me engano, e ele só foi chamado eram 10 horas. Acompanhei ele até o início da aplicação e, quando ele quis dormir, vim pra casa dar um tempo de clima de hospital. Daqui a meia hora volto lá, ele já deve ter acordado. Nem sei se vai dar tempo de trabalhar hoje, vai depender da hora que ele for sair de lá.

Dia comum no transcorrer apesar de diferente na rotina. Ao menos por enquanto.

É o que estávamos conversando lá mesmo... essas rotinas de quem tem câncer e os parentes... só levam na boa os que são fortes e pacientes. Uma coisa ou outra já complica. E nenhuma delas, é impossível de levar de boa. Tem que ser perseverante mesmo - e com boa dose de fé

Hoje tinha uma senhora lá encostando na parede, aos prantos, gritando que queria embora de lá porque não aguentava mais... foi doloroso assistir a cena, isso pouco depois de termos conversado sobre isso com outra paciente e sua acompanhante.
Aquela senhora não tinha nenhuma das duas, e que Deus tenha piedade da sua dor.

Tou descobrindo essa dupla - calma e força - dentro de mim, eu mesma esquecí que tinha. É um misto de frieza com fé incondicional, ter tranquilidade no meio do tsunami, ser calculista e planificado mas ao mesmo tempo estar apto a pegar de frente todas as reviravoltas sem se surpreender com as mudanças, e se safar perfeitamente delas. É estranho mas ao mesmo tempo curioso.

De três, uma: ou você já é assim, ou você aprende a ser assim, ou vc não resiste à pressão.

Ah... meu pai? Tranquilíssimo! Fazendo piada, rindo, planejando a farra no carnaval e reclamando do Lula... ^^

4 comentários:

Andre disse...

Que bom... :)
É parece ser esse o segredo.

E mande fortes abraços pra seu pai :)

E outros pra voce e seu more :)

Te amo maninha

To sumido mas é por estar exausto...

bjs

Suzi disse...

Fico tão feliz por seu pai! Tão feliz!!
Estar tranqüilo e confiante é muito bom. Para todos.

E que Deus tenha compaixão daquela senhora. Enfrentar sozinho toda essa barra é, talvez, pior que a doença, em si.
:o(

Oremos por todos.

Márcia(clarinha) disse...

É triste estar só nesses momentos de dor profunda, família unida ameniza sofrimento...sinto pelos que sofrem.
Seu pai tem bom humor isso ajuda na cura.
feliz findi,flor
beijosssssssssss

dea disse...

Por aqui já tivemos esses problemas de quimio (avó e tia) sei o quanto é barra... :(

Fico feliz pelo seu papi que tá reagindo bem e por vc!! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...